quarta-feira, 6 de maio de 2015

Justiça condena integrantes da banda New Hit a mais de 11 anos de prisão


Os integrantes da banda New Hit foram condenados nesta quarta-feira (6) a 11 anos e oito meses de prisão pelo crime de formação de quadrilha e estupro das adolescentes Vitória Luíza de Souza Barbosa e Vanessa de Souza Baltazar, ambas com 16 anos na época do caso, que aconteceu em 26 de agosto de 2012. A decisão da juíza Márcia Simões Costa, da Vara Crime do município de Ruy Barbosa, na microrregião de Itaberaba, determinou que Alan Aragão Trigueiros (conhecido como "Alanzinho"), Carlos Frederico Santos de Aragão, Edson Bonfim Berhends (conhecido como "Netinho"), Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho (conhecido como Dudu), Guilherme Augusto Campos Silva (conhecido como "Guiga", Jefferson Pinto dos Santos, Jhon Ghendow de Souza, Michel Melo de Almeida, Wenslen Danilo Borges Lopes (conhecido como "Gagal") e Willian Ricardo de Farias (conhecido como "Brayan") cumpram a pena inicialmente em regime fechado. De acordo com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), ainda cabe recurso da decisão e os integrantes do grupo ficarão em liberdade até o processo transitar em julgado. Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público, o caso teria acontecido quando, após show da banda em micareta na cidade, Vitória e Vanessa teriam ido ao ônibus do grupo para registrar fotos e conseguir autógrafos dos integrantes. O estupro coletivo teria começado dentro do próprio veículo. De acordo com relatos das jovens, enquanto um dos integrantes segurava elas, outro praticava sexo. Os suspeitos foram presos em flagrante. (Atualizada às 18h12).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *