sexta-feira, 22 de maio de 2015

PM morto não teria esboçado nenhuma reação; polícia fecha o cerco contra os assassinos

O assassinato de policiais continua crescendo desenfreadamente na Bahia e a morte de um PM na manhã desta quinta-feira (21), tão pertinho de Itabuna, no pequeno município de São José da Vitória, chocou, não só a população que a tudo assistiu, como a toda a Polícia Militar da região.
 E o que falar da família, que chora amargamente a perda de um ente querido? O soldado Denisson Rodrigues, 31 anos, de Itabuna, entrou para essa triste estatística de policiais mortos, quando cruzou o caminho de três bandidos frios e cruéis, que assaltavam a agência dos Correios, por volta das 10h de hoje. Os criminosos estavam dentro da agência, no momento em que o policial se aproximava do local, ainda pelo lado de fora.
 Mesmo sem esboçar nenhuma reação, Denisson foi fuzilado pelos assaltantes e caiu agonizando na calçada. Testemunhas relataram que um dos assassinos ainda pisoteou a cabeça da vítima. Uma enfermeira que passava nessa hora ainda tentou prestar os primeiros socorros, mas não havia mais o que fazer. Os assaltantes fugiram.
 As polícias Civil e Militar fecharam o cerco e é possível que os suspeitos sejam presos a qualquer momento.
















































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *