sábado, 30 de maio de 2015

Porto Seguro: Comerciante confessa como matou e queimou corpo de massoterapeuta


O homem acusado de matar amassoterapeuta Sara da Silva Fontes, de 44 anos, foi preso nesta sexta-feira (29), em Porto Seguro. O comerciante David Cardoso Santana, 26 anos, detido em sua casa, na Rua das Pitangueiras, bairro Campinho, confessou o crime, segundo informou o delegado Delmar Bittencourt. Conforme o delegado, David declarou no depoimento que matou a massoterapeuta a socos, chutes e pauladas na noite de 7 de maio. 24 horas após o crime, ele enrolou o corpo em um colchão e em roupas velhas e o levou em uma carroça até um local deserto, no Campinho, onde tocou fogo. O cadáver só foi encontrado no dia 11. David falou que tem um pequeno bar e restaurante no Campinho. A massoterapeuta costumava frequentar o local. Na noite do dia 7 de maio, após o fechamento do estabelecimento, os dois foram até a casa de David, que fica nos fundos, onde passaram várias horas bebendo e usando drogas. No fim da noite, os dois começaram a discutir e Sara teria mordido David no braço e no ombro. Ele revidou e matou a mulher.

David deixou o corpo no mesmo lugar e se deslocou em seguida para a casa de sua mãe, em Coroa Vermelha, município de Santa Cruz Cabrália. 24 horas apos o assassinato, ele voltou a Porto Seguro já com um plano para ocultar o corpo. O acusado disse que foi junto com o carroceiro levar o corpo para desova e que comprou a gasolina no caminho. O carroceiro – que ainda não foi localizado, não sabia que se tratava de um corpo. David já estava com mandado de prisão preventiva decretada pela justiça de Porto Seguro. Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e vai ser transferido para o presídio de Eunápolis. Sara era natural de Monte Pascoal, distrito de Itabela, mas morava em Búzios, no Rio de Janeiro. Regularmente ela vinha a Porto Seguro, onde pretendia abrir uma clínica de massoterapia. Fonte: Radar 64.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *