quinta-feira, 16 de julho de 2015

Casal cria polêmica ao fazer sexo em provador de roupas de loja na China

Segundo a CNN, o vídeo de um minuto apareceu primeiro no aplicativo de mensagens WeChat, antes de ser compartilhado nas mídias sociais. Por causa do vídeo, as buscas online sobre a rede japonesa aumentaram nesta semana, segundo a agência AP. O vídeo também chamou atenção da polícia e do órgão regulador da internet no país, que está investigando se a gravação seria uma campanha de marketing da empresa. Através de sua assessoria, a Uniqlo negou qualquer relação com a gravação. O órgão regulador chinês também criticou as duas principais empresas de internet do país por permitir que o vídeo se
 tornasse em viral. Com a censura, a partir desta quinta-feira, encontrar o vídeo na rede era mais difícil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *