quinta-feira, 9 de julho de 2015

Central sindical quer criação do Salário Mínimo Regional na BA



A Intersindical, central sindical de âmbito nacional e com sede na Bahia, lança nesta semana, Campanha a favor da implementação de um salário mínimo regional baiano. Essa proposta, já apresenta-se como realidade concreta em quatro estados brasileiros: São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Paraná. No Rio Grande do Sul , há cinco faixas salariais que oscilam entre R$1.006,88 e R$ 1.276,00 abrangendo diversas categorias e ofícios. No Paraná, os valores são disponibilizados em quatro faixas e variam de R$ 1.032,02 a 1.192,45. Em São Paulo, são apenas duas faixas, a primeira de R$ 905,00 e a segunda de R$ 920,00 e, no Rio de Janeiro, existem oito faixas, cuja menor tem o valor de R$ 953,47 e a maior chega a R$ 2.432,72. O Secretário-Geral da Intersindical, Kleber Rosa, propõe que seja criada uma Comissão de Estudos com os diversos sindicatos baianos, empresários e representantes da gestão governamental para realizar uma pesquisa de caráter socioeconômico, discutir, planejar e elaborar o projeto do Salário Mínimo Regional da Bahia. (JBO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *