sexta-feira, 17 de julho de 2015

Homicídios em Mucuri e Teixeira de Freitas


Adson Costa Guilherme (Carlitinho), 30 anos, foi assassinado por volta das 19 horas desta quinta-feira (16), na rua Rio Ipiranga, bairro Triângulo Leal, em Itabatã, distrito de Mucuri. A vítima, segundo a polícia, já tinha passagem por tráfico de drogas. Após o assassinato os criminosos fugiram sem deixar pistas. Um equipe liderada pelo delegado titular de Mucuri, Charlton Fraga, esteve no local, fez o levantamento cadavérico e autorizou a remoção do corpo ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de medicina legal. No corpo da vítima foram notadas seis perfurações de arma de arma de fogo Segundo populares, a vítima estava na porta de sua casa, protegido por um pequeno telhado, quando foi surpreendido por dois homens a bordo de uma motocicleta, de placa não anotada. O carona desceu, efetuou vários disparos contra Carlitinho, que não conseguiu escapar e morreu no local. O delegado Charlton Fraga informou que instaurou um inquérito policial para investigar autoria e motivação do homicídio. A hipótese mais provável é que o crime esteja ligado à guerra pelo tráfico de drogas, mas nenhuma outra hipótese foi descartada até o momento, inclusive vingança.
 Júnior de Jesus, 26 anos, morador da Praça da Sé, bairro Tancredo Neves, em Teixeira de Freitas, foi morto a tiros na madrugada desta sexta feira (17). Segundo informações de populares, a vítima estava em uma moto Honda CG, de cor preta, placa policial JMN-9825, licenciada na cidade de Prado/BA, quando foi alvejada a tiros. Júnior deixou a moto e saiu correndo, caindo dentro da área da frente de uma casa na referida rua, onde acabou sendo executado. No local, prevaleceu a Lei do Silêncio, ninguém soube informar ao certo como tudo aconteceu. A Polícia Militar foi informada do crime, esteve no local e acionou a Polícia Civil, que foi representada pela delegada plantonista, Maria Luíza Ribeiro. A delegada fez o levantamento cadavérico e solicitou uma perícia no local. Os peritos Manuel Garrido e Pablo Bonjardim realizaram os exames de local de ação violenta [homicídio]. Segundo o perito Manuel Garrido, a vítima foi atingida por três tiros no lado esquerdo do rosto, e chegou a correr uns 150 metros, mas, não resistiu e morreu. Após a perícia, o corpo foi removido ao IML para exames de praxe. A delegada Maria Luíza instaurou inquérito policial para investigar autoria e motivação do crime. (Teixeira News e Liberdade News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *