terça-feira, 28 de julho de 2015

Presidente de estatal é preso em nova fase da Lava Jato

O presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, está entre os presos da 16ª fase da Operação Lava Jato. Segundo o G1, ele foi detido no Rio de Janeiro e será levado para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. O foco das ações de hoje, nomeadas de “Radioatividade”, são contratos firmados entre empresas já envolvidas na Lava Jato com a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras, cujo controle acionário é da União. A PF busca mais informações sobre a possível formação de cartel em licitações relacionadas a obras em Angra 3, que será a terceira usina nuclear do país. As investigações começaram após o ex-presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini, afirmar em depoimento que houve “promessa” de pagamento de propina ao PMDB e a dirigentes da Eletronuclear nas obras em Angra dos Reis. Somados, os contratos na usina chegam a R$ 3 bilhões e, segundo o executivo, o acordo seria de pagamento de propina equivalente a 1% do valor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *