segunda-feira, 6 de julho de 2015

Professora é esquartejada; corpo é achado em caixa d'água

A professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Andreia Oliveira Pinto foi brutalmente assassinada e teve o corpo esquartejado e lançado na caixa d'água da casa dela. O crime ocorreu na última quinta-feira e foi cometido pelo namorado da vítima, Geovane Breia Raimundo, de 25 anos, que foi preso no domingo. De acordo com o delegado assistente da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Paulo André Souza, a família de Andreia procurava por ela desde quinta-feira. No sábado, alguns familiares foram até a casa da professora e se depararam com um forte mau cheiro na caixa d'água. Acionados, os policiais encontraram o corpo dividido em três partes, em alto grau de decomposição, dentro da caixa d'água de sua casa. Segundo o delegado, depoimentos de familiares levaram a polícia até a casa do namorado, onde foram encontrados objetos que pertenciam a Andreia. Ele confessou o crime e afirmou que agrediu a namorada até a morte após uma discussão por ciúmes. Responderá por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. "Desde quinta-feira, era Raimundo quem atendia às ligações dos familiares de Andréia. Ele também se passava por ela ao responder mensagens", disse o delegado. Segundo testemunhas, o casal estava junto há dois meses. (Veja)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *